Total Pageviews

"RETRATO DE UM INSTANTE"


Fim de tarde na janela
Sol de primavera

Criança brincando na praça
Armários impregnados
De naftalina e traça

Eucaliptos centenários
Abarrotados de canários

Gramado picotado
Feito colcha de retalhos

Cigarra cantarolando
No tronco dos carvalhos

Senhoras conversam
Ressuscitando memórias

Homens mastigam
Cigarros de palha
Rostos marcados
Pelo fio da navalha

Formigas nos roseirais em batalhões
Gás queimando nos botijões
Panelas borbulhando nos fogões

A escuridão vem caindo
Lampeões de rua reluzindo

Esquinas vivendo a solidão
Da falta de multidão

Gafanhotos saltam em bando
Sonatas repletas de encanto

Hora da ceia
Aranha repousa na teia

Família reunida
Ao redor da mesa
Olhares de incerteza

Oração de mãos dadas
Almas entrelaçadas

Cabeças tombam nos travesseiros
Toque de recolher nos vespeiros

Sonhos povoam mentes
De desejos incandecentes

A vela desfalece
Derretida no pires
Luz de uma vida
Repleta de cicatrizes
Sentimentos sem diretrizes

O dia chega ao fim
Vaga-lumes desnorteados no jardim

O amanhã
Reserva mais um dia de luta
Jornada de sôfrega labuta

Retrato de um instante
Pulso do movimento

Um dia destes vira isca
Do esquecimento

Páginas perdidas ao relento
Nostálgico passatempo

(Simone)

No comments: