Total Pageviews

"VOCÊ"

Escute a canção que fiz
Na poeira do giz
Retrato de atriz
Flôr-de-lís
Sempre te quis
 
O brilho da lua
Redonda e nua
No céu flutua
A beleza dela e a sua
 
O enredo sombrio
Da sua alma sumiu
Seu corpo sucumbiu
Na correnteza de um rio
 
Seu rosto indulgente
Mudou de repente
Se fez confidente
Visão resplandecente ...
 
(Simone)

"COMPASSO DO VIVER" ....


Vida louca
Alegria pouca
 
O tempo voa
Na idade ecoa
 
Passado anulado
Presente abafado
Futuro acorrentado
 
Sonhos povoam a mente
Metamorfose da imaginação
Viagem de ilusão
Desolação
 
Caminhos se abrem
Para uma nova realidade
Adição
Caminhos se fecham
Para o ontem vivido
Subtração
 
A jornada da vida
É feita de construção
Reflexão
 
Conquistas transformadoras
Derrotas avassaladoras
 
Vida é dor e alegria
Nua, crua, mágica
 
Um pouco para alcançar e para deixar ir
Abraços e despedidas

Cada dia que amanhece
Cada dia que esvaece

Vida perece
Se sustenta na prece
 
(Simone)

"POMPÉIA"


Vulcão em erupção
Explosão em turbilhão
 
Chamas esculpidas para o alto
Pessoas correndo em sobressalto
 
Calor, rubor
Som de um rufar de tambor

Lavas em correnteza e desalinho
Dor em espinho

O fogo que arde
Gritos de alarde
 
Corpos caem desfalescidos
Para sempre esquecidos

O dia virou noite
Sob à sombra dos vapores
Mensageiros de indescritíveis odores

Vidas derretidas
Como velas desmaiadas
Petrificadas

A voracidade da incandescência impiedosa
Selando destinos
Cobrindo caminhos
Com um manto sulfúrico
Emudecendo lamentos e murmúrios
 
(Simone)

 

"LIÇÃO DE FRANCÊS"


Bonjour
Belle de Jour
Ça va
Merci
Bienvenu à Paris

Baguette
Crepe Suzette
Mademoiselle Georgette

Katherine Deneuve
Fanny Ardant
Madame Miterrant
Champagne et croissant

Louvre, Notre Dame
Je suis Braziliane

Pardon
Moi Chandon
Mon amour
Merci pour tout
Rendezvous

Mon cheri
Tres jolie!

(Simone)

"ANATOMIA HUMANA"


 
Sistema digestivo
Fábrica de abastecimento
 
Sistema circulatório
Fráfego da vida
 
Sistema endócrino
Código de leis
 
Sistema respiratório
Fráfego de gazes
 
Sistema urinário
Usina de reciclagem
 
Sistema nervoso
Fábrica de idéias e sonhos
Quartel general
Central de comunicações e comando
 
Sistema imune
Forças armadas
 
Sistema esquelético
Fundação/edificação
 
Sistema muscular
Academia de ginástica
 
Sistema reprodutor
Fábrica de prazer e fazer nascer
 
O corpo é uma cidade perfeita
Poderes legislativo, judiciário, moderador
Semáforos, pontes, rodovias, tubulações
Eletricidade, laboratório de química
Saneamento básico
Usina de produção

É também um motor
Que cria e recria vida, emoção, pensamento
Bate o cartão todos os dias
É um trabalhador que faz milagres
Mas tem data de validade
 
O corpo é sensivel, perecível, mortal
Vive na linha tênue entre fortaleza e vulnerabilidade
Só a alma é eterna
Esta é o invisível do corpo
A alma é o fantasma do corpo
O corpo paranormal
 
O corpo é uma caixa de Padora
A gente nunca sabe
O que pode encontrar dentro
O que pode virá-lo de cabeça para baixo
Numa questão de instante
Depósito e feitor dos mistérios da vida
 
A metamorfose do corpo
Vai da célula ao pó
No meio está o viver
 
A morte é a despedida do corpo
Um silêncio se faz e do silenciar vira memória
A memória nasce da ausência do corpo
É a voz do corpo ressonando nos corpos de outros
 
Este é o único estado do corpo
Que tem passaporte garantido para a posteridade...
 
(Simone)