Total Pageviews

"ARROGÂNCIA"


Rainha do nariz empinado
Se acha superior a todos
Jura que nasceu com sangue azul
Não se mistura aos "plebeus"
Achando que todos os melhores atributos são seus

Vive de braços dados com a Petulância
 Amigas inseparáveis de infância
À todos viram as costas
E fazem pouco caso de propostas
Só gente que interessa é que conta
Arrogância a reputação dos inocentes desmonta

É sempre alvo de desconfiança
Já que só o que é bom por cima ela avança
No fundo, quer esconder sua insignificância

A Arrogância morre de medo
De ser desmascarada
E condecorada de insegura
Em virtude de falsa bravura

É fingida
Não mede esforços
Para mantêr-se no topo
E chamar o outro
De fraco e torto

Arrogância e Desprezo
São comparsas
Destilando venenos e farpas
Farçantes covardes
Exercitando maldades imperdoáveis
Criaturas que se consideram nobres, sagazes
Mas por trás não passam de grandes incapazes...

(Simone)