Total Pageviews

"PERIPÉCIAS DE MARIQUINHA..."


Mariquinha
A menina de Maria Chiquinha
 É mais conhecida como garota travessa
Adora na hora da janta fazer bagunça na mesa
Não para sentada um minuto
Não tem a menor idéia do que significa silêncio absoluto!

Mariquinha é uma menina
De sapatos de fivela
Que ela vive perdendo um par
Cada vez que alguém corre atrás dela
Rasga os vestidos de cetim
Quando pula a cerca
Como se fazer outro fosse apenas um truque para a Madame Mim
E a mãe costureira diz:
"Menina olha só este farrapo que ficou o vestido! Você não tem dó de mim??"

Mariquinha as vezes vai para a escola de trança
E procura manter a fala mansa
Mas se alguém por algum motivo pisa no calo dela
Mariquinha é difícil de desgrudar de uma briga
Manda prá todos uma figa
Mesmo se for parar na diretoria
Acha que a briga ainda foi uma benfeitoria

Quando Mariquinha volta para a casa da escola
Gosta de brincar com suas bonecas de mola
Mas a preferida dela é uma de porcelana
Com os cabelos amarelos feito casca de banana
A coleção de bonecas dela é propriedade privada
Se alguém mexer nelas
Mariquinha fica com a pá virada
E sai distribuindo sopapos na meninada

Apesar de ser deveras briguenta
Mariquinha tem muito senso de humor
As vezes um tanto esquisito
Que causa até terror
Em certos momentos fala coisas do arco da velha
Sobre a professora preferida dela, a dona Maria Amélia

Mariquinha também gosta de colecionar sêlos
E acariciar os cachorrinhos bebés de sedosos e brilhantes pêlos
Cada vez que nasce uma ninhada
É mais uma geração para ser por ela mimada

Gosta de ajudar a mãe na cozinha
Sabe fazer arroz e feijão
Embora os fundos das panelas sempre virem puro carvão
A polenta dela é crua e pedregosa
Praticamente argamassa
Que se embolorar nem mesmo pode ser cativeiro de traça
Mas Mariquinha tem orgulho da polenta que faz
Mesmo que todo mundo deteste
Ela nunca deixa o concreto armado que fez para trás

Mariquinha é uma menina sonhadora
Gostaria de conhecer as pirâmides
Para conversar com os faraós
Que ela soube existiram nas estórinhas contadas pelos avós
Acha que pode achar um monte de doces num sarcófago
Se souber passar uma boa conversa na múmia empoeirada
Esta menina tem uma curiosidade impagável
Quando gosta de uma coisa
Faz tanta pergunta que se torna irrefreável
Mas no fundo, nos dias "normais" é deveras amável

Mariquinha é a queridinha da casa
O sonho dela é ter asa
Para voar pelos cantos do mundo sem destino definido
Se puder se perde no infinito
A cabeça dela é cheia de sonhos maravilhosos
Um mundo onde alguns são fascinantes e outros horripilantes
Ela ama as pessoas
Gostaria que todas fossem essencialmente boas!

Mariquinha tem um coração do tamanho do céu
Doce como mel
Ela pode ser teimosa e travessa
Mas o bem de todo mundo ela quer
Com certeza!!

(Simone)

No comments: