Total Pageviews

"FALANDO DE AMOR..."

 
O amor verdadeiro é cego
Ele não vê cultura
Religião
Nacionalidade
Cor
Gênero
Classe social
Nível educacional
Aparência
Idade
Defeito

O amor verdadeiro é democrático
Só quer saber de viver o sentimento, mais nada
Pode ser intenso, doce
Delicado, rebuscado
Ser sentido num olhar
Num abraço
Num aperto de mão
Num encontro furtivo
Num entendimento definitivo

O amor tem senso de humor
Ri, chora, se apavora
Pode ser um bandeirante
Desbravando os intrincados caminhos do preconceito
Pode ser um anjo que acorda todos os dias com o pé direito

O amor pode vir disfarçado de uma comida preparada com carinho
Um lembrete afetuoso deixado de fininho
Uma palavra amiga
Um silêncio respeitoso
Uma presença continente
Uma confiança insistente

O amor é simples como feijão com arroz
Como um pôr-de-sol atrás do telhado
Como o cheiro de café na manhã da fazenda
Um passeio na praia
Ou um chocolate quente debaixo do cobertor num dia de inverno

O amor ás vezes é bem teimoso
Mas jamais deveria ser sentido como doloroso
O amor é eterno
Quando sincero
Náo há tempestade, relâmpago ou trovão
Que acabe com amor em liquidação
Não há distância que apague o gostar
O amor não vai mudar de endereço
O amor é um companheiro para a vida
Mantém-se firme na jornada
É destemido feito um cavaleiro andante
A beleza dele reluz seja qual for o instante
O amor brilha
Porque o amor é visto no sentir
Não no enxergar
O amor a gente vê com os olhos do coração
E no coração, com amor dentro
É impossivel haver espaço para a escuridão...

(Simone) 

No comments: