Total Pageviews

"A CASA"

 
A casa protegeu-me
Deu-me as boas vindas
E adeuses com as portas abertas
 
A casa empoeirava-se
Precisava de cuidado
E cuidada ela era puro aconchego
 
A casa foi abrigo nos dias frios
Nos chuvosos
Escudo de relâmpagos
Morada das saudades
 
Testemunha ocular
Das metamorfoses familiares
Estremeceu com os desentendimentos
E sorriu aliviada com as reconciliações
 
Amiga das horas certas e incertas
Ela estava sempre lá
Firme e forte
Mesmo quando envelheceu parecia ainda determinada a ser lar
 
Também foi morada dos animais domésticos
Viu ninhadas nascerem
E multiplicarem-se ao longo dos anos
Os animais não gostavam só da gente, mas da casa também
Ela foi amiga deles
 
A casa tem uma morada em mim
Ela ainda é o meu lar doce lar
Nas memórias que deixou-me
Marcou-me o coração e a alma
 
(Simone)  
 

"CURIOSIDADE..."

 
Sempre fui uma pessoa curiosa! Minha curiosidade já foi longe...
Num dia de minha infância, inventando brincadeira de usar folha de goiabeira como nota de dinheiro, encontro perplexa uma destas lagartas reluzentes e fascinantes. Não resisti! Fui cutucar a beleza dela. Resultado: meu dedo inchou como massa de pão. Minha curiosidade custou caro! Mas sempre fui do tipo que precisa colocar a mão para crer na veracidade das coisas. A lagarta era linda, mas cheia de segredos picantes. Ela não gostou de ser tocada pelo amor e curiosidade.
 
(Simone)

"CONJUGANDO O VERBO GOSTAR..."

 
Eu gosto de pessoas que expressam quem são através de um olhar
Que relevam a verdade delas no silêncio, mais do que na palavra
 
Eu gosto de cheiro de grama molhada depois da chuva
 
Eu gosto da noite
Porque o silêncio e a magia dela me fascinam
 
Eu gosto de gente que gosta de gente
Que se importa, que é solidária, avessa à preconceito
Que não mede, não julga, não marginaliza
 
Eu gosto de gente que gosta de falar tanto quanto de ouvir
Que tem olhos para enxergar o outro
Que gosta de abraçar num abraço bem dado
 
Eu gosto do som dos grilos nas noites quentes de verão
E de pegar vaga-lumes para ver de perto a luz incandescente deles
 
Eu gosto de risadas altas
De coisas engraçadas
De senso de humor em liquidação
 
Eu gosto de ouvir os sonhos das pessoas
E estar perto quanto elas sentem medo
 
Eu gosto de elogiar, encorajar, colocar as pessoas prá cima
Fazê-las ter orgulho de quem são e do que fazem
 
Eu gosto de livros antigos
Com anotações e páginas amarelas
 
Eu gosto de visitar museus
Porque o passado me encanta
 
Eu gostava da comida da minha mãe
Do toque das mãos dela
De tomar café da tarde juntas
 
Eu gosto de desenhar e escrever
Cuidar e pensar
Sentir e comunicar
Amar e entender os sentimentos sentindo
 
Eu gosto de sentir que faço alguma diferença na vida de alguém
 
Ter coisas para gostar é o que mais gosto!
 
Do que você gosta??
 
(Simone)