Total Pageviews

RIMA DA VIRADA...

 
 
Até então
Os nossos "ilustríssimos" representantes lá em Brasília
Folgados estavam deitados na rede
Se achando sob o sol da Bahia
Gozando do mais alto grau de impunidade
Nadando livres no mar da corrupção
E vivendo uma vida paradisíaca num mundo
No qual acreditavam que era povoado
Por um monte de
"Sem noção"
Sem opinião
Que eles queriam que ficassem sem um tostão
E sem educação!
E, é claro,
Só eles (os "ilustríssimos" representantes)
Eram os espertos
E de razão cobertos!!
 
Hoje os dias são outros
O cidadão brasileiro cansou de ser subjugado
Exausto de ser enganado
Com a Educação e Saúde entulhado
Vendo o direito a ter direito massacrado
O próprio ser acossado
Resolveu ir para as ruas
Mostrando que é sim articulado
Que está amargurado
Sentindo-se pela injustiça emparedado
  
Senhor político
Agora o seu povo está computadorizado
Nas redes sociais engajado
Aprendeu a ter o verbo de ação conjugado
Cada dia seu, vivendo na impunidade, está contado
Deixa de ser dissimulado
O senhor vai ter que parar de deixar processo
Que as suas práticas ilícitas incrimina
Meticulosalmente engavetado
Não é porque o senhor anda engravatado
Que estás livre do risco de ser por seus crimes condenado
  
O seu imaculado poder está ruindo
A sua imunidade parlamentar submergindo
O seu imperturbado sono sumindo
Nós sabemos que quando o senhor se faz de honesto
Está fingindo
É para a penitenciária que o seu futuro está indo
Agora é o povo que está do senhor rindo
  
Ao mundo dos honestos seja bem-vindo!
 
-Simone-