Total Pageviews

CAMINHOS...

 
As histórias das ruas por onde passei
Criaram raízes na minha memória
Cada casa era uma vida
Um mundo de alegrias, tristezas, conquistas, esperanças, sonhos
Via as pessoas na janela envelhecendo
As crianças brincando na rua crescendo
Os animais nas vielas se perdendo
 
As estações passavam tão rápido
A natureza sempre em franca e incançável metamorfose
Flores encantadoras nos caminhos
Neve cobrindo dos passarinhos os ninhos
Árvores perdendo suas folhas
O sol ardente dos dias de verão
Criando sob meus pés bolhas
 
Os dias eram longos
E cheios de desafios, incertezas e descobertas
Muitas portas a serem abertas
Gente espiando a vida dos outros pelas frestas
Moçinhas indo arrumadinhas para as festas
E os rapazes charmosos fazendo para elas serestas
 
Nos fins de tarde
O céu era um degradê de cores
As pessoas reuniam-se em mesinhas nas calçadas
Para um bate-papo depois de um dia de trabalho
Os idosos jogavam baralho
As senhoras por detrás das portas penduravam réstias de alho
Os bebês engatinhavam no assoalho
 
A vida é como um filme
Com enredo, suspense, ação, drama, comédia
Infelizmente, ás vezes até mesmo trajédia
Os tristes sentem a vida em preto e branco
Os alegres um árco-íris cheio de encanto
Enquanto alguns se perdem aos prantos nos cantos
Outros fazem peregrinações cobertos em mantos
Nas vidas os desfechos são tantos... tantos!
 
Caminhos se abrem em vertentes
Cada um tem um preço
Uma possibilidade de aprendizagem
Diferente paisagem
Surpresas ao longo da passagem
Dicas em cada margem
É preciso encarar cada um deles com coragem
Cada um demanda uma diferente abordagem
Desafiadora viagem
Valiosa bagagem
Dias de estiagem
Emoções em alta voltagem
Todos os tipos de personagem
Deixando na gente marcas como em tatuagem
 
-Simone-

MONUMENTO A SER ERGUIDO EM BRASÍLIA

 
Se fosse para escolher uma estátua para decorar como monumento a fachada do Congresso Nacional em Brasília, não há dúvida, de que a maior homenagem aos ministeriáveis, à nossa presidenta atual e todos os outros antes dela, seria a do Pinóquio! Não haveria uma representação mais fidedigna dos governantes da nossa história.
Como cidadã brasileira, estou cansada de tantas mentiras, tanto assalto à portas fechadas, tanta negligência, tanto desrespeito, tanta falta de Ética, tanta falta de decência destes representantes eleitos por nós, nos quais depositamos tanta confiança e esperança de que iriam honrar nossos direitos e ouvir nossas reinvidicações.
É tão revoltante ver as escolas abandonadas, depredadas, professores mal pagos, sem as menores condições de trabalho, alunos sem lugar para estudar, sem professor para ajudá-los a aprender.
É uma dor profunda ver pacientes no chão das emergências dos hospitais, esperando horas para serem atendidos, se e quando conseguem ser atendidos. Idosos, crianças, mulheres grávidas, todos miseráveis em enfermidade e condição. Enquanto os políticos no primeiro sinal de gripe vão para os Sírios Libaneses da vida, o povo que trabalha duro, paga impostos sem fim, morre em agonia nas filas de espera. Não há descaso mais brutal e inaceitável do que este!
Nossos políticos Pinóquios ultrapassaram as fronteiras do ir longe demais em suas atitudes vís, ganânciosas, imorais. Eles riem às nossas custas e por detrás de nossas costas. Nos desprezam, tripudiam sobre o nosso sofrimento e indignação. Tratam-nos como se fôssemos marionetes. Ignoram nossos clamores e são completamente indiferentes diante de nossas dores.
Quanto mais fundo cavamos para desvendar a verdade por detrás de tanta barbaridade, nos damos conta de que este burado da imoralidade parece não ter fim. Um escândalo puxa outro. Nem se todas as aranhas que existem na face da Terra resolvessem tecer uma teia gigantesca, não seriam capazes de concorrer com as teias de esquemas de corrupção dos políticos brasileiros. Eles todos querem viver como reis governando um povo de imbecís. É assim que eles nos julgam - como imbecís. Não é á toa que a última prioridade que teriam (se tivessem) seria investir em Educação. Nenhum político que não presta quer ter um povo culto. Conhecimento é poder, eles sabem disto! É no mundo da ignorância que eles querem enjaular o povo, para nos alienar com suas conversas fiadas.
Mas o que eles não sabem e, é aí onde mora o erro deles de subestimaram o povo, é que com acesso à Educação ou não, dentro de cada cidadão que sofre com a situação atual, vive um senso de injustiça que nada pode sufocar, nenhuma cesta básica, nenhum vale-leite, nenhuma camiseta gratúita em época de eleição! O povo que vive neste mar de dura realidade, sabe melhor do que ninguém o que é  não poder alimentar os filhos, pagar contas intermináveis sem receber benefício algum, viver esperando, esperando, esperando que a vida melhore, que um futuro melhor esteja à caminho, já que estas são sempre as promessas que eles ouvem dos que os representam. Chega um ponto no qual a fé no outro se perde, a esperança se esgota, a alienação do viver imerso em ilusão se esvai. Somos humanos, não somos máquinas. Indignação é um sentimento que vive dentro de cada um de nós e ele pode ter a força de um exército quanto chega ao limite. Todo mundo sabe onde está a própria dignidade e a dor que causa quando ela é arremeçada numa sarjeta pela indiferença alheia.
Precisamos dar uma lição nestes senhores do poder. Não deixemos as ruas enquanto a nossa dignidade não for reconhecida como algo que merece viver inviolável em respeito. Estamos sendo governados por foras-da-lei. Temos que reverter esta equação - lugar de bandido é na cadeia, lugar de um povo honesto é num mundo de igualdade, prosperidade, progresso, felicidade e jamais, nenhum traço de impunidade vindo de quem governa.
Políticos tem que aprender que o mundo não é dos espertos ou dos perversos, mas dos honestos. E se mesmo assim eles não entenderem da primeria vez, saberão que quando os honestos não são respeitados, a realidade se torna um mundo de protestos! E não há algo que cause mais terror em político Pinóquio do que protesto. É só perguntar e cada um deles dirá: "Não! Protesto não! Isto é o que eu mais detesto!"
 
 
-Simone-