Total Pageviews

BIOGRAFIA DE DONA CASA...



A vida da casa era abrigar uma família
Dar a proteção de um teto
A segurança de um assoalho
A intimidade de quatro paredes

Era feliz
Com os ruídos das crianças dançando pelos aposentos
O perfume na cozinha de uma comida feita com amor
As conversas entusiasmadas das reuniões familiares
Os dias de festa, quando ela era toda decorada
Em cores vibrantes e delicados ornamentos

A casa gostava de olhar as crianças brincando no quintal
Nos fins de tarde
Quando os raios de pôr-do-sol
Faziam um jogo de luzes e sombras na sua fachada

As grandes árvores eram as cofidentes da casa
Viviam juntas por anos à fio
E entendiam-se bem em sentimentos e pensamentos

A casa achava engraçado o movimento das roupas coloridas nos varais
Deslumbrava-se com o encanto das flores
O gramado todo verde era tão sedutor
As formigas em tropa subindo pelas encostas
De suas paredes lhes davam cócegas

A casa era testemunha de muitos eventos
Gerações de pessoas nasceram, cresceram e morreram nela
Teve que suportar mudanças drásticas
Dos humores da Terra
A Natureza sempre em transição, transformação

A casa era grata pelas tantas experiências vividas
Tempos árduos
Tempos fartos
Tudo parte de uma longa história de vida
Cenário de alegrias e vicissitudes...

-Simone-



3 comments:

Sinval Santos da Silveira said...

Bom dia!
Tenho acompanhado teu trabalho e tens toda minha admiração.
Parabéns...
Abraços
Sinval

Sinval Santos da Silveira said...

Boa tarde!

Passando para um abraço e me encantar com mais esse seu belo trabalho.
Parabéns
abraços
Sinval

Simone Bittencourt said...

Senhor Sinval, fico muito feliz que esteja apreciando os meus escritos! É muito gratificante receber mensagens como a sua, irão me ajudar a escrever com ainda mais amor e dedicação. Muito obrigada por tomar parte do seu tempo para deixar comentários aqui. Saiba que o seu gesto foi muito apreciado. Estou grata!