Total Pageviews

DIA DO PROFESSOR...

 
 
A professora entrou na classe
Teve uma surpresa
Esqueceu por um minuto do giz a aspereza
Para olhar o que estava em cima de sua mesa
Maçãs
Pequenos bilhetes
Caixinhas de presente
Contemplou dos alunos um olhar inocente
 
As crianças lhe deram os parabéns
Ela sorriu emocionada
Com o carinho da garotada
Não fazia idéia de que era tão querida
Quem sabe até mesmo a preferida
 
As crianças gostavam mesmo dela
Viviam todos os dias
A expectativa de um novo encontro
A professora era dedicada e paciente
Conhecia de cada aluno a personalidade
Dos sentimentos deles a complexidade
Juntos tinham muita cumplicidade
 
Cada aula
Era um dia de transformação
Tanta coisa a professora gostava de ensinar
E os alunos estavam lá não para decorar
Mas para aprender pelas lições se apaixonar
A professora falava devagar
Os alunos interessados se enclinavam para escutar
Nas palavras da professora queriam velejar
 
Para cada um deles ela tinha um significado
Aquela que traduzia a linguagem dos livros
Desvendava mistérios
Alimentava a imaginação
Tinha sempre uma resposta para toda a interrogação
Ensinava a ter coragem
Nunca achava que pergunta fosse bobagem
 
Acreditava no potencial de cada um
Nunca desencorajava os sonhos de nenhum
Sabia que as crianças tinham sabedorias diversas
Que o jeito de pensar, sentir e se expressar
De cada um eram únicos
Só precisavam na auto-confiança se aprofundar
 
A professora sonhava com seus alunos
Como pessoas que no futuro seriam felizes
Saberiam definir promissoras diretrizes
Seriam sempre conquistadores do saber
Não parariam de crescer
E outros fazer amadurecer
 
Naquela sala de aula
Professora e alunos eram companheiros de jornada
Estavam todos construindo com cada novo bloco uma estrada
Todos juntos remando na mesma jangada
Aprender e ensinar era gostar de ver
Procurar entender
Saber conviver
Ouvir com atenção para perceber
Imaginar para antever
Ler e escrever
Amar, ter respeito e vencer
 
Todo dia era um renascer para algo novo
Descobrir terras inexploradas
Construir nelas moradas
Não importa se com sol ou trovoadas
 
Ensinar é um desafio
O aprender é mergulhar num rio
Seguindo na correnteza do conhecimento
Que acontece no sendo e no vivendo
 
Professor é mais do que um tutor
É um agricultor semeando crianças na terra da sabedoria
Todos os dias este agricultor está lá
Regando as sementes
Nutrindo os brotinhos
Fazendo crescer
E sem mesmo perceber
Nestas sementes cria também raízes
Tanta dedicação
O fará para sempre na vida e na lembrança delas permanecer
Do amanhecer da vida
Até o anoitecer...
 
-Simone-

No comments: