Total Pageviews

QUERIDO DIÁRIO...


Querido diário,
 
Como sempre estou atrasada para escrever, ainda bem que você é só um papel e pode entender os meus relapsos. Minha letra hoje está um horror, porque acabei de pintar as unhas e o esmalte está secando. Vou ao baile daqui a pouco e a correria é dos diabos. Experimentei mil vestidos, mas parece que todos estão de mal humor comigo porque nenhum cai bem. Nem o pretinho básico ajudou hoje, assim, menos pior, ficou o verdinho básico. O cabelo tive que disfarçar os nós entre as medeixas. Não tive tempo de ir ao salão de beleza. Acho um tédio ficar duas horas parada numa cadeira ouvindo fofocas alheias. Sempre levo um livro para ler, mas a cabelereira sem noção insiste em falar pelos cotovelos, ignorando minhas urgências literárias e psicológicas. O trânsito está um inferno lá fora. Tráfego de kilômetros sem fim. Esta cidade está mesmo entulhada, como se vivesse dentro de uma panela de pressão em ponto de ebulição. Ah! Esqueci de dizer que o rapaz que dançará comigo é um dos mais cortejados da escola. Não sei o que ele viu em mim, já que há tantas meninas bem mais bonitas e carismáticas no colégio, mas... alguma coisa ele viu, então devo tentar descobrir o que pode ter sido, assim, através dos olhos dele me conheço melhor e, quem sabe, até goste dos meus "desconhecidos"! Desculpe diário, mas preciso correr, senão perco a carona, o baile, o príncipe que está a me esperar e minha sandalhinha de cristal ao tom do tic-tac do relógio à meia-noite. Quem disse que querer viver contos-de-fada na realidade é coisa simples! Vida de Cinderela está longe de ser singela. Não é para qualquer matusquela.  Espero que você não me ache uma! Tchau, darling! Ya me voy!
 
-Simone-


No comments: