Total Pageviews

POE


No espelho quebrado
Vi uma imagem
De um eu
Que não era o meu...

Um estranho
Sem nome
Sem horizonte
Que de todos se esconde...

Um ser atormentado
Pelas agruras do passado
Sofrimento inato
 Dor profunda no anonimato...

O calabouço de um indivíduo
Perdido na tormenta
Incurável e pestilenta...

Portas fechadas
Janelas trancadas
Caminhos destruídos
Pensamentos enrijecidos
De sentimentos destituídos...

Achou que viveu
Mas não passou de um mito
Poeira esquecida
Além do infinito...

-Simone-

No comments: